015_CA-destaque

020.SU.11 | PT

O programa definido pelo dono de obra para o edifício a construir, e de acordo com o definido em PDM local, bem como a localização envolvente e seu enquadramento, sugeriram um edifício com uma imagem atual, desvinculada do conceito pré-definido das naves industriais, prevalecendo espaços para circulação, estacionamento e espaços verdes para enquadramento deste.

A imagem atribuída ao edifício, marcado verticalmente por elementos em terra cota, identificados pela sua utilização nos volumes destinados ao serviço administrativo e ao serviço das lavagens, vão-se desvanecendo do exterior para o interior do volume principal, interligando-se pelo volume maior destinado a armazém/oficina, sendo este, revestido a chapa de aço lacada de alta qualidade.

Esta relação de materiais traduz-se num primeiro momento na frente urbana e envolve a totalidade do edifício destinado a serviços administrativos e sociais, protegendo e dissimulando o sistema construtivo escolhido para edificação das áreas administrativas.

Será utilizado um sistema modular na edificação das áreas administrativas, interligados entre si, quer horizontalmente quer verticalmente, permitindo desenvolver espaços físicos com ambientes agradáveis, possibilitando uma execução mais rápida e ao mesmo tempo a utilização destes visto já serem da propriedade da Suma.

Posteriormente, a linguagem do edifício assume um carácter mais industrial, tratando-se da zona de laboração e de acessos de veículos pesados.

Projeto

Centro de Serviços do Vale do Sousa

Promotor

Suma – Serviços Urbanos e Meio Ambiente, S.A.

Arquitectura

João Abreu

Colaboração

Bruno Soares

Fotografia / 3D

Bruno Soares

Área

1.190,00 m²

Localização

Lousada | Portugal

Estado

Em Projeto

Ano

2011 –

Privacy Preference Center

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?