015_CA-destaque

031.MH.14 | PT

A linguagem assumida pretende relacionar não só em forma, mas também em materiais a modernidade da proposta com o carácter do local, através do contacto entre matérias como a pedra e o aço corten. A relação com a via publica existente assume‐se também como um fator importante levando a que a proposta se oriente maioritariamente para sul e oeste criando um ambiente mais intimista e salvaguardado da exposição.

A proposta desenvolve‐se de forma longitudinal, acompanhando o desenvolvimento do lote em que se implanta. Essa compreensão do local está patente no modo como o piso térreo se relaciona com o terreno, sendo constituído por dois planos verticais que no espaço que criam entre si desenvolvem o programa desse piso.

O facto destes planos não se encontrarem alinhados dá origem a espaços exteriores que se relacionam com o lote de forma distinta, abrindo‐se para o interior ou protegendo‐se da via pública. O piso superior desenvolve‐se numa forma regular e rígida de 13x10 metros totalmente forrada a aço corten.

Essa forma regular camufla a existência dos pátios que, relacionados com os três quartos que compõem o programa, definem a morfologia deste piso e se refletem no desenho das fachadas.

Projeto

Moradia Unifamiliar

Promotor

Privado

Arquitetura

João Abreu

João Vasconcelos

Colaboração

 

Fotografia / 3D

João Vasconcelos

Área

309,00 m²

Localização

Amarante | Portugal

Estado

Em Construção

Ano

2014 –

Privacy Preference Center

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?