015_CA-destaque

088.DP.16 | PT

Conceptualmente a proposta pode ser definida pela forma como a soma dos vários espaços completam o conjunto. Todas as divisões se assumem como que volumes independentes tendo as circulações a função de unir todos os espaços agarrando-os e dando-lhes uma noção de conjunto.

O plano que define a cobertura, a parede de fecho bem como a laje de pavimento funciona como uma capa que envolve os espaços desenhados no seu interior, sendo os rasgos nessa mesma capa que definem e delimitam os espaços de maior contacto visual e físico com o terreno envolvente.

A proposta contempla um programa tipo T3, com a zona social bem demarcada da zona privada através da zona de entrada no alçado norte e do acesso à zona de estar na cobertura no alçado sul.

Toda a proposta se desenvolve quase exclusivamente no piso térreo, tendo apenas uma zona de estar/contemplação exterior na cobertura, pelo que as circulações assumem um papel crucial no delimitar das zonas social e privada da proposta.

Outro dos aspetos definidores da proposta passa pelos rasgos na pala de cobertura e parede de fecho que envolvem o programa explanado no piso térreo e que vão definindo espaços de maior abertura à envolvente e ao céu.

Projeto

Moradia Unifamiliar

Promotor

Privado

Arquitetura

João Abreu

João Vasconcelos

Colaboração

Bruno Soares

Fotografia / 3D

João Vasconcelos

Bruno Soares

Área

370,00 m²

Localização

Amarante | Portugal

Estado

Em Construção

Ano

2016 –

Privacy Preference Center

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?